THE NOTEBOOK

meu desafio pra lá de ousado, ainda mais quando reconheço que inglês nunca foi my great love story

De autoria de Nicholas Sparks, The Notebook (lançado no Brasil como O Caderno de Noah) é o livro que deu origem ao filme Diário de Uma Paixão. Ontem, decidi ler a versão em inglês: uma decisão extravagante demais para uma jovem que estudou o idioma apenas durante um semestre, em um desses cursinhos que até gratuitos custam caros. O meu não foi gratuito.

Deixe-me esclarecer que minha intenção aqui não é exaltar a minha audácia pessoal, mas incentivá-los a fazer coisas atrevidas, ousadas, que possam dar algum prazer, ou libertá-los de algum pensamento inadequado. É claro que, no meu caso, há uma imprudência sem precedentes, que o digam meus amigos professores de inglês.

A verdade é que, de uns anos pra cá, achei um tédio estudar inglês de maneira tradicional. Pode ser algum trauma de infância, que resolveu aflorar na juventude… Imaginem vocês que sempre fui obrigada (entre aspas) a conviver com o meu irmão, que não apenas é um “autodidata congênito”, como também sabe inglês, alemão, italiano e arrisca búlgaro, sem nunca ter freqüentado escolas de línguas. E, acreditem, não é fácil crescer ao lado de pessoas assim.

Talvez eu demore anos para terminar The Notebook; talvez eu nem sequer termine; mas, mesmo assim, quero me arriscar nessa aventura. Pelo menos para eu me sentir, no mínimo, corajosa.

P.S.: em seu site oficial, Nicholas Sparks publica uma lista (Reading List) de seus autores favoritos, dentre eles estão os da literatura clássica como William Shakespeare, Charles Dickens, Jane Austen, Ernest Hemingway…

One Reply to “THE NOTEBOOK”

  1. Youre so cool! I dont suppose Ive learn something like this before. So good to seek out any person with some authentic ideas on this subject. realy thank you for starting this up. this website is one thing that is wanted on the net, someone with somewhat originality. useful job for bringing one thing new to the internet!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.