SACRIFICE (BY ANOUK)


You can sacrifice me
You can sacrifice me
You can set me free
You can be who you wanna be…

Ela aprende que há sacrifícios que não valem a pena. Que há outras formas mais honestas de se viver a vida. O tempo faz curvas. E ele mesmo é relativo. Mas não nos peçam para explicar. Nem sempre as respostas são importantes. Será mesmo que podemos ser quem queremos ser? Eles podem nos sacrificar. Desafiaram-nos a expressar o que sentimos. Sim, ela precisa de liberdade. Não quer mais a chave da escuridão. Porque há sacrifícios que não valem a pena. E nos chamaram tolos.

É o dia-a-dia que nos compromete. É nele que há todas as maneiras equivocadas de sermos quem não deveríamos ser. E nem valem a pena certos sacrifícios. Não. Não valem. Choraram flores. Riram-se as lágrimas. Porque elas não podem ser quem elas querem. Às vezes, descobrimos da maneira mais difícil que não era para ser assim. E quem poderia nos dizer o contrário? Ela apenas aprende que há sacrifícios que não valem a pena…

_____________
Nota: Embora ele esteja indicado neste site, caso o vídeo seja excluído do YouTube, lembre-se de que você não conseguirá visualizá-lo.

4 Replies to “SACRIFICE (BY ANOUK)”

  1. Nenhum sacrifício vale a pena.
    A vida não vale a pena.
    Fazemos o que queremos fazer e arcamos com a responsabilidade. O resto é nada.

    Não vale? Oh, my God!!!!!!!!!!!! Sejamos mais crédulos… beijão, Aline

  2. Li um texto antigo, mil oitocentos e tanto, e lá se dizia que a cidade é uma fonte da infelicidade. Vivemos nela, distraídos da atenção para conosco mesmo. Vivemos em função de se fazer as coisas, para um, para o outro, por obrigação profissional, passional e assim por diante. Não temos tempo para nós mesmos.
    Creio que a nossa tarefa mais difícil é se aprofundar no conhecimento de si próprio. Quase ninguém a pratica. Divaguei. bjs

    Divaguemos então: também penso que poucos praticam a tarefa de conhecer a si mesmo. Gosto dessa idéia. Gosto da introspecção. Também acredito que andamos distraídos da atenção para conosco mesmo. Meu site, na verdade, funciona (para mim) como esse tipo de busca. Escrevo sem a pretensão de ser 100% compreendida. Sem me preocupar em parecer coerente, razoável… Tem horas que apenas escrevo… Porque há coisas que remoem aqui dentro. E não tenho vergonha. Divaguemos então… beijo, Aline

  3. Olá…

    Pelo jeito você conseguiu colocar um video ’embedded’ no seu post!! Legal!

    Realmente há sacrifícios que não valem a pena, mas também há aqueles que mesmo não valendo, fazemos.

    Sim, recebi a fórmula mágica pra colocar vídeos no b2evolution. Agradeço pela atenção. Prometo que não ligarei mais para você pra perguntar essas coisas. Acho que devo fazer um curso de programação… 😛 Quanto aos sacrifícios, é isto: sabemos quando alguns não valem somente depois que os fazemos. beijos, Aline

  4. Oi Aline meu amor…gostei de seu blog…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.