Petra Costa e “Democracia em Vertigem” no Oscar 2020 (por Aline Menezes)

Petra Costa e “Democracia em Vertigem” no Oscar 2020
(por Aline Menezes)

Conhecida por suas produções audiovisuais de caráter ensaístico, a exemplo de “Elena” (2012), que fala poeticamente sobre o suicídio de sua irmã que dá título ao filme, a diretora de cinema Petra Costa afirma estar extasiada com a indicação do documentário “Democracia em Vertigem” ao Oscar 2020. Ao lado de American factory, The cave, For Sama e Honeyland, conforme anúncio desta segunda-feira (13/1) da Academy Awards, a produção do Brasil concorre à categoria de Melhor Documentário. A cerimônia de entrega das estatuetas será no dia 9 de fevereiro deste ano, no Teatro Dolby de Los Angeles (EUA).

No artigo “Democracia em Vertigem: sobre a travessia do luto”, publicado no Portal Catarinas ano passado, a colunista e doutora em Literatura pela PUC do Rio, Cristiane Brasileiro, escreve acerca do documentário de Petra Costa, que acompanha o processo de impeachment contra Dilma Rousseff e aponta para as fragilidades da democracia brasileira:

“Rememorando nossa história, Petra nos lembra então do país fundado em bases violentamente desiguais: foi aqui que isto que chamamos de “riqueza” se construiu, desde o início da colonização, sobre o trabalho de milhões de seres humanos escravizados. E foi este o país onde a história pareceu se desenvolver por tempo demais como um longo e tedioso borrão, com o poder passando de mãos de golpe em golpe, dos velhos pais pros velhos filhos, sempre massacrando qualquer insurgência popular, sempre aplaudindo e elegendo seus ricos herdeiros e seus generais genocidas”.

Ainda sobre o documentário, Cristiane Brasileiro prossegue: “Antes disso, não por acaso, assim havia sido a primeira cena do filme: um escuro caótico e confuso de gente se acotovelando até que se visse enfim a imagem de Lula sendo preso. A voz da diretora, nesse ponto delicada e sombria, registra a impressão de que aquele momento era como se o chão tivesse então se aberto e por isso lhe vinha o temor de que a nossa democracia “não tenha passado de um sonho efêmero”. É esse o fio da meada mais nítido que se retoma ou se constrói, a partir daí, ao longo do filme: em que consiste afinal isso que temos chamado de democracia?”.

Lançado na Netflix em 9 de junho de 2019, “Democracia em Vertigem” (em inglês, “The Edge of Democracy”) teve sua estreia mundial no Festival de Sundance do ano passado, realizado em Park City, Utah, Estados Unidos. Ele foi um dos filmes de abertura do festival. Desde 2018, a documentarista Petra Costa, nascida em Belo Horizonte, é membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood. Se vencer o prêmio, ela será a primeira diretora latino-americana ganhadora do Oscar.

Leia mais sobre este e outros documentários de Petra Costa:

Democracia em Vertigem (2019)
Olmo e a Gaivota (2015)
Elena (2012)
Olhos de Ressaca (2009)

Para conhecer os indicados ao Oscar em todas as categorias, acesse abaixo:

Todos os indicados ao Oscar 2020

Foto: Reprodução/Instagram @petracostal
Fontes: El País, Portal Catarinas e Wikipédia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.