DESINTEGRAÇÃO DO ÁTOMO

É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito. (Albert Einstein)

Às vezes, nossa credulidade nos faz pensar que poderíamos mudar o mundo. Que poderíamos alterar o curso das coisas desonestas, impuras, corruptas. Às vezes, nossa ingenuidade nos faz acreditar que a lucidez é o melhor remédio. De repente, num súbito momento de fraqueza humana, damo-nos conta de que nem todos os espíritos estão em sintonia conosco. Que nem sempre as pessoas prezam pelo que há de belo na vida. E que a mentira é o substantivo comum, de fato. Se nos parece ridículo ser bom. Se nos parece ridículo a busca pela “verdade”. Se nos parecem ridículas e menos inteligentes as questões subjetivas. Se nos parece ridículo compreender que o outro é tão solitário e carente quanto nós mesmos, eis a desgraça do homem: não se esforçar para que as coisas sejam melhores, ainda que elas nunca venham a existir.

7 Replies to “DESINTEGRAÇÃO DO ÁTOMO”

  1. Você tem toda razão. É indiscutível que todos temos reações diferentes em situações diferentes. Crer que num determinando momento todos poderiam quebrar algum tipo de preconceito é uma utopia disfuncional. Que nos tira a capacidade de agir, por inútil. Cada um deve ter consciência do que é bom para si mesmo. Ponto. Já é um grande, imenso, começo. Bjs.

  2. Oi, Aline! Acho que ninguém nunca deve dizer que não tem preconceitos. Todos têm ou terão algum (ou vários) preconceitos na vida, em relação a qualquer coisa. Tem gente que não consegue se relacionar com fumantes, por exemplo. Não seria uma maneira de preconceito? A frase de Einstein vem bem a calhar, quando o Brasil se diz um país sem racismo. Que ilusão essa! May God have mercy on us.

  3. Ah, esqueci: post novo no meu blog…

  4. O sábio observador já dizia: “Se vires em alguma província opressão de pobres e o roubo em lugar do direito e da justiça, não te maravilhes de semelhante caso; porque o que está alto tem acima de si outro mais alto que o explora, e sobre estes há ainda outros mais elevados que também exploram.”

    As vezes esbarramos com engrenagens pesadas demais e enraizadas que nós é muito difícil mudá-las. Nos resta apenas uma certa tenacidade, de tentar melhorar as coisas ainda assim e não se amargurar pelas frustrações do processo.

  5. Oi, Aline! Estou de férias (trab e facul). Tem acompanhado regularmente o seu blog mas como já é de praxe, nunca deixo nenhum comentário. Mudei o visual do meu blog. Depois dê uma passada por lá e deixe suas sugestões. Ah! adorei o texto. Sonho todos os dias por algo melhor neste mundo…algum dia esse sonho será possível. Abraço!

  6. jose carlos alcolea says: Responder

    oi gente! realiso um trabalho religioso na fundaçao casa em sorocaba e indeferente da miseria humana e suas consequiencias confesso que jamais desistirei de levar boas novas de salvaçao aos cativos……… se ate´´ os atomos se desintegram quanto mais os coraçoes…..

  7. lutarmos todos para bem do sistema é uma necessidade,mas grande prioridade está em dares,tu individualmente, os primeiros passos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.