Breve manuscrito de Catherine

Do meu lado esquerdo, há um pai segurando o filho no colo e um livro infantil nas mãos. O pai lê para o filho a historinha de Max, o carro falante, e das personagens Carolina e Beatriz. O filho, curioso, a cada frase do pai, faz-lhe uma pergunta. Eles ficam assim por algum tempo.

Eu, sentada no chão, escrevendo estas linhas, observo as pessoas em minha volta: algumas estão com os seus notebooks; outras, com as suas inquietações. Alguns lêem revistas, fazem anotações, andam de um lado para o outro. Ou, simplesmente, aguardam a hora do embarque.

O vôo está atrasado. Poucos minutos atrasados. Neste momento, tento não pensar em minhas frustrações, luto contra as lembranças, invento que estou melhor. Nada adianta. Quanto mais não quero pensar, mais penso.

Duas mulheres acabam de se conhecer no saguão do aeroporto. Elas nada sabem uma da outra. Mesmo assim, acreditam ser grandes amigas. Do outro lado, uma mulher folheia a Caras. Um senhor lê um livro de aproximadamente 150 páginas. Tentei ver o título da obra, mas não foi possível… Ah, nunca saberei o que ele estava lendo!

E eu? Eu estou do lado de cá, consciente. Consciente de meu fracasso. Às vezes, nossa vida é como um saguão de aeroporto: todos têm a expectativa de vôo, mas nem todos embarcam na hora certa…

______________________________

IMENSIDÃO

Vôo
só. Sozinha vou,
num vôo só.
Vôo
só. Sozinha vou,
num vôo só.
Céu que não é seu.
O seu é o céu.
Na imensidão de
sentir-se sol.

(Por Aline Menezes)

_______________________________

[Postado originalmente no dia 27 de setembro de 2007, portanto, antes do Novo Acordo Ortográfico entrar em vigor]

9 Replies to “Breve manuscrito de Catherine”

  1. Parabéns, Parabéns…. hoje é o seu dia que dia mais feliz!!!!

    Muita Saúde, Paz, Amigos, Amor, Felicidade e Dinheiro que não faz mal a ninguém.

    Beijos!

    Emille, obrigaaaaaadaaaaaa! Lá na universidade, a gente comemora! beijos, Aline

  2. Está ficando mais velha?! E mais sábia. Parabéns! Saber envelhecer é um dom.

    Sim, estou ficando velha. Quanto ao sábia, não sei. Quero acreditar que sim. Grata pela visita. beijos, Aline

  3. Feliz aniversário, Aline… Deus continue te abençoando!!!! Muitos BJS!!!

    Obrigada, Ester. Deus tem sempre me abençoado. Eu é que tenho dificuldades para compreender isso. beijos, Aline

  4. Eita…atrasado mas está valendo não?

    PARABÉNS !!!! Ainda bem que nos encontraremos e ainda bem que tive a FELIZ INTUIÇÃO DE PASSAR POR AKI, assim eu não me envergonharei duplamente.

    Beijão 🙂

    Lilika

    Sem problemas. Todos os anos, no dia do meu aniversário, costumo lembrar os meus amigos de que é o meu dia. É uma forma que encontrei para dizer: “quero ser paparicada”. beijos, Aline

  5. Oi Aline!
    Só pude passar por aqui hoje (se eu for te contar as cousas que se sucederam ontem… Tisc… Mas deixa pra lá!).
    Parabéns pelo seu aniversário! Deus te abençoe, te dê saúde e paz.
    Quanto ao teu texto, adorei! Amei o poema, como se chama o recurso usado? Aliteração, né? Admiro esse recurso.
    Quanto ao fracasso… Bem, cada um tem a sua noção e conceito de fracasso, né? Para mim um atraso pode ser muita coisa, e também, um fracasso. Ou não é só do atraso que você estava falando?
    Beijos!!!

    Rebeca, obrigada pelos parabéns. Sobre suas perguntas, vamos lá: (1) quando pensei em escrever o poeminha, não pensei nos recursos lingüísticos primeiramente, pois as palavras surgiram antes. Enquanto eu escrevia, aproveite-me da aliteração depois. (2) o “breve manuscrito de Catherine” é uma mistura de ficção e realidade, mas não poderei dizer o que é uma coisa ou outra. De qualquer modo, fracassos são fracassos. E nos fazem sentir terrivelmente abalados. beijão, Aline

  6. Ah, passei por todos os posts que não tinha comentado antes para deixar um comentário. 🙂

    Eu vi. Fiquei muito feliz com suas visitas. beijos, Aline

  7. Muito bom, Aline, seu vôo solo.
    Sola vou cumprimentar pq vc é d+
    abç
    jo

    Agradeço-lhe pelo carinho. beijos, Aline

  8. Aproveitando o trocadilho, “venho só, em busca do sol que é só seu”…
    Em breve um novo trabalho estará saindo do forno. Aguarde!…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.