things

A idiossincrasia do espírito lírico contra a prepotência das coisas é uma forma de reação à coisificação do mundo, à dominação das mercadorias sobre os homens, que se propagou desde o início da Era Moderna e que, desde a Revolução Industrial, desdobrou-se em força dominante da vida. (Theodor W. Adorno in Palestra sobre lírica e sociedade)

O que nos ataca? O que nos envilece? O que nos adultera? É possível nos mantermos íntegros por aqui? O que deforma a nossa essência enquanto humanos? E é claro que faz sentido a afirmação de Marx de que o capitalismo é hostil à arte e à cultura.

Permaneço protozoariamente inquieta: solitária e colonial. Esse movimento que faço comprova o que já fora dito: as palavras não são apenas arbitrárias…

Continue lendo “things”