to bleed

Love is a shadow. (Sylvia Plath)

Às vezes, não sabemos o que temos conosco nem o que realmente somos. Tudo fica confuso dentro de nós. Tudo é apenas escuridão. A dor nos engana. Até o dia em que entendemos: é Deus quem sempre nos livra de nós mesmos…

TO BLEED
(by Aline Menezes)

It bleeds in me a silent and pure pain,
It bleeds in me a profane and noisy desire.
Tears that stream down from a hanging heart,
That still resists this worthless life.

My soul and my body confuse themselves
While I hope that you search for me.
I get down on my knees before God and I beg
For peace and faith find you.

I love you everyday, every night,
Every moment measured by my breath.
Nobody will ever feel how much
This broken and lonely heart bleeds.

(do original Sangrar, em português)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *